quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Última reunião do GEPPPEC de 2012

A última reunião do GEPPPEC, em 2012, foi realizada no dia 28 de novembro, com três finalidades: avaliação da Pré-conferência de Educação do Campo; avaliação da atuação e reuniões do GEPPPEC e apresentação das temáticas desenvolvidas no doutorado por Vanderlei Amboni, na universidade Federal de São Carlos-SP e Maria Simone, na Universidade Estadual de Maringá-PR.
Após a exposição dos doutorandos, avaliou-se a Pré-Conferência em preparação ao Encontro Estadual de Educação do Campo que ocorrerá na cidade de Candói, em agosto de 2013. Nove participantes do GEPPPEC participaram da Pré-Conferência e no total participaram aproximadamente 50 pessoas. A Pré-Conferência foi positiva, sobretudo pelas propostas levantadas nos debates e grupos e que serão encaminhadas à Articulação Paranaense Por Uma Educação do Campo.
Participantes da reunião do GEPPPEC, em 28 de novembro:

  1. Vanderlei Amboni - Docente;
  2. Maria Simone Jacomini Novak - Docente;
  3. Fabiano de Jesus Ferreira - Acadêmico;
  4. Andriele dos Santos Rodrigues - Acadêmica;
  5. Elizabete Maria Novais de Moraes - Acadêmica;
  6. Josiane Lopes Ribeiro Donatori - visistante;
  7. Dayane Elisa de Sousa - Acadêmica;
  8. Maria Edi da Silva Comilo - Mestranda;
  9. Elias Canuto Brandão - Docente.

sábado, 24 de novembro de 2012

Reunião do GEPPPEC dia 28 de novembro

Convidamos acadêmicos, docentes, professores da Rede Estadual e municipais e, lideranças dos movimentos sociais do campo para a última reunião do GEPPPEC de 2012. A reunião terá dois momentos: primeiro, de avaliação da Pré-Conferências de Educação do Campo e do próprio GEPPPEC; segundo, de apresentação de pesquisas dos professores doutorandos Aníbal Pagamunici, Maria Simone Jacomini e Vanderlei Amboni.
DIA: 28 de novembro de 2012;
HORÁRIO: 17:30 hs;
SALA: 25;
LOCAL: Campus Universitário da UNESPAR - Paranavaí
PAUTA:
* Avaliação da Pré-Conferências de Educação do Campo, em Guairaçá;
* Avaliação do GEPPPEC;
* Apresentação das pesquisas desenvolvidas pelos professores doutorandos Aníbal Pagamunici, Maria Simone Jacomini e Vanderlei Amboni.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

GEPPPEC na Pré-Conferência de Educação do Campo

Pesquisadores e participantes do GEPPPEC; coordenação pedagógica da Escola Itinerante Carlos Marighella e coordenação regional do Movimento Sem Terra (MST), realizaram a Pré-Conferência de Educação do Campo da Região Noroeste do Paraná, na manhã do dia 15 de novembro, nas dependências da Escola Itinerante Carlos Mariguella, no Acampamento Elias Gonçalves de Meura, em Planaltina do Paraná.
Aproximadamente 50 pessoas (crianças, jovens e adultos do MST, acadêmicos e docentes da UNESPAR-Paranavaí, professores da Rede Estadual e sindicalistas) participaram das discussões que resultaram em dezenas de sugestões que serão apresentadas na Conferência Estadual a ser realizada em maio-junho de 2013.
A Pré-Conferência, coordenada pelo MST com assessoria do GEPPPEC, iniciou com uma mística apresentada pelas crianças da Escola Itinerante (crianças do Acampamento Elias Gonçalves de Meura e do Assentamento Milton Santos) e em seguida pela exposição do objetivo da Pré-Conferência e do que é Educação do Campo, realizada pelos professores Elias Canuto Brandão (UNESPAR - Campus Paranavaí) e Maria Edi da Silva Comilo (diretora da Escola Camponesa Chico Mendes do Assentamento Pontal do Tigre, participante do GEPPPEC e mestranda em Educação na Universidade Estadual de Maringá - UEM).
Após as explicações e um café, os participantes assistiram o documentário institucional "Educação do Campo" e, em seguida, divididos em três grupos discutiu-se as demandas da Educação do e no Campo, levantando sugestões a serem apresentadas na Conferência Estadual, em 2013. Em plenária, todos opinaram sobre os pontos levantados e aprovaram por unanimidade.
Passava das 13 horas quando a Pré-Conferência foi concluída, sendo encerrada com um almoço organizado pelas mulheres do acampamento.
Do GEPPPEC/UNESPAR, participaram:
  1. Elias Canuto Brandão,
  2. Vanderlei Amboni,
  3. Anibal Pagamunici,
  4. Maria Edi da Silva Comilo,
  5. Fabiano de Jesus Ferreira,
  6. Andriele dos Santos Rodrigues,
  7. Sandra Mara Vieira da Silva,
  8. Elizabete Maria Novaes de Moraes,
  9. Dayane Elisa de Sousa,
  10. Fernando Krueger da Cruz,
  11. Paulo Roberto Sanitá.

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

15 de novembro - Pré-Conferência de Educação do Campo


CONVITE

Convidamos educadores e educandos do campo, professores e acadêmicos das universidades, professores da rede estadual e municipal, trabalhadores, apoiadores e lideranças sociais dos movimentos sociais e sindicais do campo para participarem da Pré-Conferência Regional de Educação do Campo.
  • DIA: 15 de novembro de 2012 – Dia da Proclamação da República.
  • LOCAL: Escola Itinerante Carlos Marighella – Acampamento Elias Conçalves de Meura – Estrada entre Planaltina do Paraná e Guairaçá.
  • COMO CHEGAR: A Escola itinerante está a 50 km de Paranavaí. 09 km da rodovia de Planaltina do Paraná. 04 km da rodovia de Guairaçá e 09 km da lanchonete Bate Pneu.
  • HORÁRIO: 08 às 12 horas.
  • PAUTA: Análise de conjuntura e estrutura do campo; situação das escolas e da Educação do Campo no Paraná; Conferência Estadual de Educação do Campo, em 2012; Escolha de delegados para a Conferência Estadual.
  • INSCRIÇÃO: Confirmar inscrição até dia 13/11/2012 – Para se inscrever, copie, preencha e envie os dados abaixo para os e-mails: gepppec@gmail.com e francyellempp@hotmail.com;
  • ALMOÇO: No local - CUSTO: R$ 10,00 - É obrigatório a confirmação do almoço para os endereços e-mails: gepppec@gmail.com e francyellempp@hotmail.com
FICHA DE INSCRIÇÃO

Encaminhar a Ficha preenchida para:

NOME:___________________________________________________
ENTIDADE/INSTITUIÇÃO:___________________________________
CIDADE:_________________________________________________
PERSONALIDADE (se educador do campo, estudante, professor, liderança):________________________________________________
E-MAIL:__________________________________________________
TELEFONES: _____________________________________________
ALMOÇA NO LOCAL? (    ) SIM     (    ) NÃO - (Favor informar e não faltar)
CUSTO ALMOÇO : R$ 10,00 – acertar no local.


INSCRITOS:


1.      Aidia Luzia Pereira Sabino - Diretora - Escola Estadual do Campo Monteiro Lobato - Terra Rica-PR - 02 almoços;
2.      Andriele dos Santos Rodrigues - Acadêmica de Pedagogia da UNESPAR-Paranavaí  e participante do GEPPPEC - Almoça;
3.      Anibal Pagamunici - Docente da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR-Paranavaí) e participante do GEPPPEC - Almoça;
4.      Dayane Eliza de Souza - Acadêmica de Pedagogia da UNESPAR-Paranavaí e participante do GEPPPEC - Almoça;
5.      Elias Canuto Brandão - Docente da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR-Paranavaí) - Coordenador do GEPPPEC - Almoça;
6.      Elizabete Maria Novais de Moraes - Acadêmica de Pedagogia da UNESPAR-Paranavaí e participante do GEPPPEC - Almoça;
7.      Fabiano de Jesus Ferreira - Acadêmico de História da UNESPAR-Paranavaí e participante do GEPPPEC - Almoça;
8.      Luzia Sonia Cezini - Professora de História - Colégio Estadual Tancredo de Almeida Neves - Maringá-PR - Almoça;
9.      Paulo Roberto Sanitá - Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Tamboara e acadêmico de História da UNESPAR-Paranavaí - Almoça;
10.  Rivanildo Pajeu - Professor Educação Física - Colégio Estadual José de Anchieta - Graciosa-PR - Almoça;
11.  Sandra Mara Vieira da Silva - Acadêmica de Pedagogia da UNESPAR-Paranavaí e participante do GEPPPEC - Almoça;
12.  Vanderlei Amboni - Docente da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR-Paranavaí) e participante do GEPPPEC - Almoça;

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Penúltima reunião do GEPPPEC em 2012

Os participantes do GEPPPEC realizaram no dia 29 de outubro, a penúltima reunião do Grupo em 2012. Foi informado que as bolsas do GEPPPEC estão sendo confeccionadas e devem ser entregues até dia 14 de novembro. Pensou-se sugestões a serem apresentadas como parte da pauta da Pré-Conferência Regional de Educação do Campo, que será realizada no dia 15 de novembro, das 08 às 12 horas, na Escola Itinerante Carlos Marighella, no Acampamento Elias Gonçalves de Meura, em Guairaçá-PR. Por fim, distribui-se cópia do Manifesto do Fórum Nacional de Educação do Campo sobre a situação da Educação do Campo no Brasil.

Participantes:

  1. Maria Simone Jacomini Novak;
  2. Dayane Elisa de Sousa;
  3. Elizabete Maria novais de Moraes;
  4. Anibal Pagamunici;
  5. Sandra Mara Vieira da Silva;
  6. Elias Canuto Brandão.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Reunião GEPPPEC, dia 29 de outubro

Convidamos professores, acadêmicos e lideranças sociais do campo para a próxima reunião de estudo do GEPPPEC, no dia 29 de outubro, às 17h30, na sala 25 da UNESPAR-Campus Paranavaí. Na oportunidade será discutido a Pré-Conferência Regional de Educação do Campo, no dia 15 de novembro de 2012, na Escola Itinerante Carlos Marighella - Acampamento Elias Gonçalves de Meura, entre Guairaçá e Planaltina do Paraná.

Deu-se pelo fato de no Acampamento existir uma Escola Itinerante que pratica Educação do Campo no campo a partir da realidade concreta conforme determina o artigo 28 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB, Lei nº 9394/96.

A data 15 de novembro
Deu-se pelo fato de ser dia da Proclamação da República e os acampados terem recebido ordem de despejo judicial, o que poderá ser cumprido após a Pré-Conferência. Caso se confirme a ordem, o prejuízo para acampados, crianças e professores da Escola Itinerante e assentamento Milton Santos será incalculável.

DIA DA REUNIÃO DO GEPPPEC: 29 de outubro de 2012
HORÁRIO: Das 17h30 às 19 horas;
LOCAL: UNESPAR - Campus Paranavaí - Sala 25;
PAUTA:
  • Pré-Conferência Regional de Educação do Campo, na Escola Itinerante;
  • Manifesto Nacional do Fórum Nacional de Educação do Campo (FONEC) sobre a Educação do Campo no Brasil.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

PRÉ-CONFERÊNCIA: EDUCAÇÃO DO CAMPO - Região Noroeste do Paraná


CONVITE

Convidamos educadores e educandos do campo, professores e acadêmicos das universidades, professores da rede estadual e municipal, trabalhadores, apoiadores e lideranças sociais dos movimentos sociais e sindicais do campo para participarem da Pré-Conferência Regional de Educação do Campo.
  • DIA: 15 de novembro de 2012 – Dia da Proclamação da República.
  • LOCAL: Escola Itinerante Carlos Marighella – Acampamento Elias Conçalves de Meura – Estrada entre Planaltina do Paraná e Guairaçá.
  • COMO CHEGAR: A Escola itinerante está a 50 km de Paranavaí. 09 km da rodovia de Planaltina do Paraná. 04 km da rodovia de Guairaçá e 09 km da lanchonete Bate Pneu.
  • HORÁRIO: 08 às 12 horas.
  • PAUTA: Análise de conjuntura e estrutura do campo; situação das escolas e da Educação do Campo no Paraná; Conferência Estadual de Educação do Campo, em 2012; Escolha de delegados para a Conferência Estadual.
  • INSCRIÇÃO: Confirmar inscrição até dia 13/11/2012 – Para se inscrever, copie, preencha e envie os dados abaixo para os e-mails: gepppec@gmail.com e francyellempp@hotmail.com;
  • ALMOÇO: No local - CUSTO: R$ 10,00 - É obrigatório a confirmação do almoço para os endereços e-mails: gepppec@gmail.com e francyellempp@hotmail.com
FICHA DE INSCRIÇÃO

Encaminhar a Ficha preenchida para:

NOME:___________________________________________________
ENTIDADE/INSTITUIÇÃO:___________________________________
CIDADE:_________________________________________________
PERSONALIDADE (se educador do campo, estudante, professor, liderança):________________________________________________
E-MAIL:__________________________________________________
TELEFONES: _____________________________________________
ALMOÇA NO LOCAL? (    ) SIM     (    ) NÃO - (Favor informar e não faltar)
CUSTO ALMOÇO : R$ 10,00 – acertar no local.

INSCRITOS:
  1. Rivanildo Pajeu - Professor Educação Física - Colégio Estadual José de Anchieta - Graciosa-PR - Almoça;
  2. Elias Canuto Brandão - Docente da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR-Paranavaí) - Coordenador do GEPPPEC - Almoça;
  3. Vanderlei Amboni - Docente da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR-Paranavaí) e participante do GEPPPEC Almoça;
  4. Andriele dos Santos Rodrigues - Acadêmica de Pedagogia da UNESPAR-Paranavaí  e participante do GEPPPEC - Almoça;
  5. Paulo Roberto Sanitá - Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Tamboara e acadêmico de História da UNESPAR-Paranavaí - Almoça;
  6. Elizabete Maria Novais de Moraes - Acadêmica de Pedagogia da UNESPAR-Paranavaí e participante do GEPPPEC Almoça;
  7. Dayane Eliza de Souza - Acadêmica de Pedagogia da UNESPAR-Paranavaí e participante do GEPPPEC Almoça;
  8. Anibal Pagamunici - Docente da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR-Paranavaí) e participante do GEPPPEC - Almoça;
  9. Fabiano de Jesus Ferreira - Acadêmico de História da UNESPAR-Paranavaí e participante do GEPPPEC - Almoça;
  10. Luzia Sonia Cezini - Professora de História - Colégio Estadual Tancredo de Almeida Neves - Maringá-PR - Almoça;
  11. Aidia Luzia Pereira Sabino - Diretora - Escola Estadual do Campo Monteiro Lobato - Terra Rica-PR - 02 almoços;

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

GEPPPEC discute investimentos do PNTE no fechamento de escolas do campo


Os participantes do GEPPPEC realizaram a reunião do mês de setembro no dia 04 de outubro para a conclusão do estudo realizado pelo acadêmico Fabiano de Jesus Ferreira (PIBIC), sobre o fechamento de escolas do campo.
Na reunião o pesquisador-acadêmico expôs sobre o Programa Nacional de Transporte Escolar (PNTE), criado em 1994. De acordo com o pesquisador, o objetivo do PNTE foi contribuir financeiramente com os municípios e organizações não-governamentais para aquisição de veículos automotores zero quilômetro para o transporte dos alunos da rede pública de ensino fundamental residentes na zona rural e das escolas de ensino fundamental que atendam alunos com necessidades educacionais especiais.
Finalizou apresentando que em 1995 o PNTE destinou mais de 27 milhões aos entes federados conveniados e em 2011 já ultrapassava o montante de 640 milhões. Os investimentos elevou o número de escolas fechadas/cessadas no campo.

Participantes da reunião:

  1. Andriele dos Santos Rodrigues;
  2. Elizabete Novais Moraes;
  3. Daiene Ferreira dos Santos Aleixo;
  4. Anibal Pagamunici;
  5. Eliana Araújo da Silva;
  6. Elias Canuto Brandão;
  7. Maria Simone Jacomini Novak;
  8. Fabiano de jesus Ferreira;
  9. Sandra Mara Vieira da Silva.

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Escola do Campo, em assentamento, tira 1º lugar no IDEB

A Escola Camponesa Municipal Chico Mendes, no Assentamento Pontal do Tigre, Município de Querência do Norte-PR, tirou o 1º lugar na avaliação nacional do Ideb, na média municipal. Leia a matéria completa. O êxito da nota é exclusiva dos educadores do campo que trabalham na Escola Chico Mendes. Se dependessem do apoio dos gestores públicos do município de Querência, a escola não teria um trabalho pedagógico diferenciado, discutindo a realidade dos povos do campo e estaria preparando mão-de-obra para o mercado de trabalho urbano.
O diferencial que deve ter contribuído para o 1º lugar pode ser constatado na formação continuada dos professores com a participação direta de universidades estaduais. A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), contribui com a formação continuada dos professores e a Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), está realizando Curso de Especialização em Educação do Campo. Acrescente-se a busca dos educadores da Escola por formação na Universidade Estadual de Maringá (UEM) e em projetos de formação em nível nacional, como no Rio de Janeiro.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Reunião do GEPPPEC será na quinta, dia 04 de outubro

Devido a realização da Jornada de Pedagogia e Semana de Geografia, a reunião do GEPPPEC fica transferida para quinta-feira, dia 04 de outubro de 2012, às 17h30 horas, na sala dos professores da UNESPAR-Campus Paranavaí.
ASSUNTO: Continuação da apresentação sobre o fechamento de escolas do campo, resultado da pesquisa PIBIC de Fabiano de Jesus Ferreira.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Formandos de Pedagogia realizaram Aula de Campo


Formandos do curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR-Campus Paranavaí), realizaram Aula de Campo no sábado, dia 15 de setembro.
Iniciaram o dia de estudo no Campus da UNESPAR-Paranavai e em seguida foram para a Escola Itinerante Carlos Marighella, Laticínio Campo Vivo, Escola Camponesa Chico Mendes e Colégio Centrão e encerraram o dia de estudo (Aula de Campo) em um sítio no município de Santa Cruz de Monte Castelo.
No município de Guairaça conheceram o Acampamento Elias Gonçalves de Meura e a Escola Itinerante Carlos Marighella, onde receberam várias informações sobre a história do acampamento e da Escola Itinerante, onde foi deixado doações.
Escola Itinerante Carlos Marighella - Acampamento Elias Gonçalves de Meura - Guairaça
Foto: Elias Canuto Brandão

Aproximava-se das 09 horas quando seguiram para Querência do Norte. Foram recebidos com café e frios no Laticínio Campo Vivo da Cooperativa de Comércio e Reforma Agrária Avante Ltda (COANA). Após os comes e bebes, os acadêmicos e professores conheceram a história do Laticínio e da COANA, assim como da produção e comercialização desde os assentamentos até a industrialização e distribuição da produção (iogurte, leite, queijos entre outros derivados) a todo o Paraná.
Laticínio da COANA
Foto: Elias Canuto Brandão

Almoçaram no saguão do Colégio Estadual Centrão e Escola Camponesa Chico Mendes, no Assentamento Pontal do Tigre. Após o almoço, tiveram um bate-papo e fizeram uma turnê pelos espaços para conhecerem a Escola e o Colégio Estadual.
Saguão do Colégio Estadual Centrão
Foto: Sara Amboni

A Aula de Campo encerrou-se no município de Santa Cruz de Monte Castelo, em visita ao assentado Carlos, onde conheceram o sistema de produção agrícola, a criação de gado e a produção de leite na área assentada. Veja fotos do estudo de campo.
Sítio do assentado Carlos - Santa Cruz de Monte Castelo
Foto: Jaqueline Tasiane de Souza

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Acadêmicos de Pedagogia realizarão aula de campo

Acadêmicos do 4º ano de Pedagogia da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR - Campus Paranavaí), realizarão Aula de Campo da disciplina “Educação e Trabalho”, no próximo dia 15 de setembro, visitando escolas e laticínios.
  • Os acadêmicos e professores viajarão em micro-ônibus e a primeira parada é na Escola Itinerante Carlos Marighella, no Acampamento Elias de Meura, entre Guairaça-PR e Planaltina do Paraná, sendo recepcionados com uma fala pela coordenação pedagógica da Escola.
  • A segunda parada está prevista para a COANA, em Querência do Norte, onde se conhecerá a Cooperativa e o Laticínio, momento em que os universitários serão recepcionados com uma palestra e um café da manhã.
  • A terceira e última parada é na Escola Camponesa Municipal Chico Mendes e Colégio Estadual Centrão, no Assentamento Pontal do Tigre, município de Querência do Norte, onde os acadêmicos e professores almoçarão, serão recepcionados pela coordenação pedagógica da Escola e com palestras. Após o café da tarde iniciará o retorno visitando/conhecendo alguns assentados.
Horário da saída da FAFIPA: 06h45
Saída do Pontal do Tigre: Entre 16 e 17 horas.

Participantes:

  1. Camila Ariane Moretto;
  2. Jaqueline Tasiane de Souza;
  3. Rosimeire Pereira dos Santos;
  4. Carla Oriana Moretti;
  5. Paula Letícia Ramos Santos;
  6. Andressa Carla de Oliveira;
  7. Christiane Lacerda Buchner;
  8. Irenice Ferreira Gomes;
  9. Lilyan Miqueletti;
  10. Bruna Paula da Silva;
  11. Carolina Schuroff;
  12. Laiz Leite Ribeiro;
  13. Flávia Pestana Cardoso;
  14. Elizabete Súelen de Souza Cauneto;
  15. Simara Amanda Manso da Silva;
  16. Rute dos Santos Rogatto;
  17. Eliane Dorado Trivilin;
  18. Rebeca Teresinha Preuss;
  19. Jocimara de Andrade;
  20. Dayane Elisa de Souza;
  21. Sara Amboni;
  22. Vanderlei Amboni;
  23. Elizete Pinto Cruz;
  24. Elias Canuto Brandão.

Acadêmico apresenta resultado de pesquisa na reunião do GEPPPEC

Professores e acadêmicos participantes do GEPPPEC realizaram no dia 29 de agosto mais uma reunião de estudo sobre Educação do Campo. A reunião ocorreu na sala dos professores da UNESPAR-Campus Paranavaí e o acadêmico Fabiano de Jesus Ferreira iniciou a apresentação de sua pesquisa PIBIC sobre o fechamento de escolas do campo nos últimos dez anos. O assunto possibilitou ampla discussão e a apresentação terá continuidade na próxima reunião do GEPPPEC, dia 26 de setembro, às 17h30.

Participantes:
  1. Daiene Ferreira dos Santos - 1º Pedagogia;
  2. Andriele dos Santos Rodrigues  - 2º Pedagogia;
  3. Elizabete Maria Novais de Moraes  - 4º Pedagogia;
  4. Dayane Elisa de Souza  - 4º Pedagogia;
  5. Eliane Torqueti Rodrigues  - 1º Pedagogia;
  6. Débora Rosa da Silva  - 1º Pedagogia;
  7. Eliana Araújo da Silva  - 1º Pedagogia;
  8. Sandra Mara Viera da Silva  - 1º Pedagogia;
  9. Fabiano de Jesus Ferreira - 4º História;
  10. Vanderlei Amboni - Professor - Dpto História;
  11. Anibal Pagamunici  - Professor - Dpto Geografia;
  12. Elias Canuto Brandão  - Professor - Dpto Pedagogia.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Dia 29 de agosto tem reunião do GEPPPEC

Confirmada a próxima reunião de estudo do GEPPPEC para dia 29 de agosto e convidamos acadêmicos, professores e lideranças sociais do campo para participar.

DIA: 29 de agosto de 2012;
HORAS: 17h30 min.;
LOCAL: UNESPAR - Campus Paranavaí - Sala 20 ou sala dos professores;
PAUTA:
  • Apresentação do estudo do PIBIC sobre Fechamento de Escolas do Campo. PESQUISADOR: Fabiano de Jesus Ferreira (ver abaixo o Resumo). ORIENTADOR: Prof. Elias Canuto Brandão;
  • Pré-Conferência Regional de Educação do Campo;
  • Apresentação dos novos pesquisadores PIBIC (Andriele e Sandra);
  • Outros assuntos.

Reunião do GEPPPEC do dia 01 de agosto

A Reunião do Grupo de Estudo e Pesquisa no dia 01 de agosto de 2012 foi de cunho burocrático. A apresentação do resultado do artigo de Fabiano sobre o fechamento de escolas do campo ficou para dia 29 de agosto. Priorizou-se a leitura, avaliação e correções do conteúdo e do logo para o banner do GEPPPEC que em breve será confeccionado e divulgado. Os demais assuntos e a apresentação do artigo ficou para a próxima reunião.
Participantes:
  1. Paula Oliveira da Rocha;
  2. Lourdes França da Silva;
  3. Maria Edi da Silva Comilo;
  4. Débora Rosa da Silva;
  5. Elizabete Maria Novais de Moraes;
  6. Andriele dos Santos Rodrigues;
  7. Anibal Pagamunici;
  8. Vanderlei Amboni;
  9. Fabiano de Jesus Ferreira;
  10. Fernando Krueger da Cruz;
  11. Elias Canuto Brandão.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Estudo sobre fechamento de escolas do campo - dia 01 de agosto

No próximo dia 1º de agosto, os participantes do GEPPPEC realizarão reunião de estudo sobre as políticas públicas de Educação do Campo. Professores, acadêmicos e lideranças sociais estão convidados a participar. Segue a pauta.

DIA: 01 de agosto de 2012;
HORAS: 17h30 às 19h00;
LOCAL: UNESPAR - Campus Paranavaí - Sala 20 ou sala dos professores
PAUTA:

  • Data, local e infraestrutura da Pré-Conferência Regional de Educação do Campo;
  • Programação do 1º evento oficial do GEPPPEC;
  • Calendarização dos textos para estudos ou exposições das pesquisas em andamento para as próximas reuniões;
  • Estudo do artigo finalizado sobre o fechamento de escolas do campo no Brasil.


EDUCAÇÃO E POLÍTICAS DE FECHAMENTO DE ESCOLAS DO CAMPO
Autor: Fabiano de Jesus Ferreira
Coautor e orientador: Elias Canuto Brandão


RESUMO
O estudo sobre Educação e Políticas de Fechamento de Escolas do Campo” é resultado das noticiais sobre o fechamento de escolas do campo no Brasil e as fontes utilizadas foram prioritariamente os Censos Escolares produzido pelo governo federal em parceria com os estados, municípios e distrito federal. A análise das políticas indicou que os fechamentos ocorrem sem discussões prévias dos gestores públicos sobre as vantagens e desvantagens da abertura ou fechamento de escolas no campo, desconsiderando o princípio da participação comunitária nas decisões que abarcam a educação e as políticas públicas para educação, impactando diretamente sobre milhares de cidadãos, sobretudo crianças e adolescentes residentes nas áreas rurais. Entre outros resultados, serão discutidos que entre os anos de 2002 e 2010, houve o fechamento oficial de 9,43% escolas localizadas no perímetro rural, ou seja, 22.983 em todo Brasil e que entre 2002 e 2009, houve um aumento de mais de 100% no número de alunos transportados rumo aos centros urbanos, passando de 3.913.318 alunos em 2002, para 8.098.191 alunos no ano de 2009. O estudo indicou que o início da política de fechamento de escolas urbanas e rurais deu-se após a metade da década de 1990, perpassando   os dois governos federais de Fernando Henrique Cardoso e os dois governos de Luiz Inácio Lula da Silva, assim como os governos estaduais e municipais. A pesquisa completa foi publicada em forma de artigo nos anais do “VIII Seminário do trabalho: Trabalho, Educação e Políticas sociais no XXI”, realizado entre os dias 25 a 28 de junho de 2012, na UNESP- Marília/SP.

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Última reunião do semestre

Os participantes do GEPPPEC realizaram a última reunião de estudo do primeiro semestre no dia 27 de junho de 2012,  encerrando a discussão do artigo "Sobre Educação do Campo", de Roseli Salete Caldart.
As discussões permearam o direito a educação garantido na Constituição e na LDB, assim como o visível descaso que o poder público pratica em relação aos povos do campo: fechamento de prédios escolares em distritos, glebas, vilas e patrimônios; transporte de alunos para as escolas urbanas ou urbanizadas e, péssimas condições das estradas.
Os descasos expõem os condutores dos veículos e alunos e professores a constantes riscos, resultando em prejuízo no desenvolvimento educacional e cultural das crianças e adolescentes, prejudicando a formação sócio-psicológica.
Discutiu-se que as crianças transportadas são penalizadas triplicamente: a) pelo fato de serem transportadas; b) pelo fato de chegarem atrasadas nas aulas e, c) por levarem broncas da professora ou direção pelo fato de chegarem atrasadas, como se fossem culpadas de erros de gestão dos governos municipais e estaduais.
O estudo indicou que os descasos políticos para com as crianças que residem nas áreas rurais - crianças do campo -, cabe-se acionar o Ministério Público e ou realizar Audiências Públicas para levantamento dos motivos do fechamento de escolas no e do campo, assim como para avaliar o transporte dos estudantes e a qualidade do mesmo, podendo ser uma iniciativa dos pais, dos sindicatos dos trabalhadores rurais ou mesmo do sindicato dos professores, neste caso a APP-Sindicato ou a parceria de todos.
Participantes:
  1. Dayane Elisa de Sousa;
  2. Elizabete Moraes;
  3. Andriele dos Santos Rodrigues;
  4. Fernando Krueger da Cruz;
  5. Paula Oliveira da Rocha;
  6. Elias Canuto Brandão - Coord.;
  7. Fabiano de Jesus Ferreira.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

27 de junho - Reunião do GEPPPEC

Nesta quarta-feira, dia 27 de junho, os participantes do GEPPPEC se encontrarão para mais uma reunião de estudo do Grupo de Pesquisa sobre Educação do e no Campo. Está previsto a continuidade do estudo do texto "Sobre Educação do Campo" da doutora Roseli Salete Caldart.
  • DIA: 27 de junho de 2012;
  • HORÁRIO: 17h30 às 19 horas;
  • LOCAL: UNESPAR-Paranavaí-PR;
  • SALA: Sala 25;
  • PAUTA: Finalização do estudo do artigo de Caldart: AQUI e informes gerais.

domingo, 10 de junho de 2012

A reunião do GEPPPEC foi marcada por encaminhamentos de ações

Os participantes do GEPPPEC realizaram no dia 30 de maio mais uma reunião de encaminhamentos de ações e estudo sobre Educação do Campo. Entrou na pauta a importância do PIBIC para o acadêmico e em seguida foi informado sobre a Jornada de Campo realizada no Acampamento e Assentamento nos municípios de Guairaçá e Planaltina do Paraná. Alguns acadêmicos colocaram a importância da participação pelo fato de até então terem as informações passadas pela mídia que pensavam verdadeiras. Outro ponto discutido foi a Pré-Conferência Regional sobre Educação do Campo que o GEPPPEC organizará em Paranavaí, no início do segundo semestre. Devido as discussões e encaminhamentos, o estudo do texto de Caldart ficou para a próxima reunião, dia 27 de junho.

Participantes da reunião:

  1. Eliana Araújo;
  2. Dayane Elisa de Sousa;
  3. Elizabete Moraes;
  4. Maria Simone Jacomini Novak;
  5. Paula Oliveira da Rocha;
  6. Fabiano de Jesus Ferreira;
  7. Anibal Pagamunici;
  8. Lilian Reis Fernandes da Silva;
  9. Débora Rosa da Silva;
  10. Eliane Torqueti Rodrigues;
  11. Fernando Kueger da Cruz;
  12. Elias Canuto Brandão.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

30 de maio - Reunião do GEPPPEC

Convidamos professores, acadêmicos e lideranças sociais do campo para mais uma reunião de estudo do GEPPPEC, conforme abaixo:

DIA: 30 de MAIO de 2012;
HORÁRIO: 17h30 às 19horas;
LOCAL: UNESPAR-Paranavaí - Sala 67;
PAUTA:

sábado, 19 de maio de 2012

Jornada pedagógica de Campo

Acadêmicos e professores da UNESPAR-Paranavaí, realizaram "Jornada de  políticas e gestão da Educação do Campo", dia 19, no acampamento Elias Gonçalves de Meura (Guairaçá) e Assentamento Milton Santos (Planaltina do Paraná), com o objetivo de aprofundar a formação sócio-educativa e pedagógica, pela interrelação teoria e prática.
A jornada - realizada duas vezes ao ano pelo prof. Elias Canuto Brandão, do curso de Pedagogia -, tem por finalidade contribuir com o desenvolvimento da formação e do conhecimento sócio-educacional e pedagógico dos acadêmicos.
Participaram da Jornada 43 acadêmicos de Pedagogia, sendo 40 do 1º ano T1 e T2, uma do 3º ano, duas do 4º ano e 02 professores, sendo um do curso de Pedagogia, Elias Canuto Brandão e um do curso de História, Vanderlei Amboni. Participou como palestrante, a mestranda da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Caroline Mari de Oliveira.
Os participantes foram recepcionados no Acampamento Elias Gonçalves de Meura pelo Roni, coordenador pedagógico da Escola Itinerante Carlos Marighella. Em seguida tiveram várias prosas sobre a educação no Movimento Sem Terra (MST).
Cardoso, da coordenação estadual do Movimento Sem Terra (MST-PR), proseou sobre a história do MST desde 1984; Eliane (prima), da coordenação política do MST do Paraná, proseou sobre a importância da formação da consciência sócio-política e educacional dos trabalhadores da cidade e do campo e dos acadêmicos e; Francyele, proseou sobre a Escola Itinerante e o trabalho pedagógico desenvolvido na Escola para atendimento às crianças e adolescente do acampamento Elias de Meura e do assentamento Milton Santos.
No período da tarde os acadêmicos foram recepcionados pelo senhor Davi, no Assentamento Milton Santos, em Planaltina do Paraná, que proseou sobre ocupação e assentamento, diferenciando uma da outra, deixando claro que sem pressão sobre o Estado não acontece mudanças sociais no campo, ou seja, reforma agrária no Brasil. Davi contou a história do assentamento e da importância da organização para a transformação social e política do país. Por fim, a mestranda da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Caroline Mari de Oliveira, realizou uma fala sobre "Educação do Campo".
A jornada foi finalizada com uma avaliação onde os participantes elogiaram importante, pois a visualização prática da organização dos trabalhadores em acampamento e assentamento e a visita à Escola Itinerante, conhecendo os trabalhos pedagógicos realizados, contribuiu para compreender as políticas públicas e o que é, na prática, Educação do Campo.

Fotos da Jornada:

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Acadêmicos realizarão Jornada de Campo em Escola Itinerante

Os acadêmicos do 1º ano de Pedagogia, da Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR-Campus Paranavaí), das disciplinas "Educação do Campo" e "Sociologia da Educação", realizarão sábado, dia 19 de maio, "Jornada de Políticas e Gestão da Educação do Campo: as práticas socioeducacionais das escolas itinerantes". A jornada será realizada na Escola Itinerante Carlos Marighella, no Acampamento Elias de Meura, no município de Guairaçá, divisa com Planaltina do Paraná, a 55 km do Campus-Paranavaí. Os acadêmicos serão recepcionados pela coordenação pedagógica da Escola e pela coordenação do Acampamento do Movimento Sem Terra (MST). Três palestras estão em pauta: História da organização do MST; Escolas Itinerantes e, Educação do Campo. No período da tarde conhecerão um assentamento da reforma agrária.

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Estudo da concepção Educação do Campo

O GEPPPEC realizou reunião reunião de estudo sobre Educação do Campo na tarde do dia 25 de abril. O estudo partiu do texto intitulado "Sobre Educação do Campo" de Roseli Salete Caldart e várias dúvidas foram debatidas na reunião em relação à educação "para", "com" e "do" campo. Dúvidas de acadêmicos sobre o que a mídia divulga em relação ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a exemplo de ocupação de terra, acampamento e assentamento adentraram a pauta e não foram esgotadas na reunião de estudo. Participaram da reunião:

  1. Eliane Torqueti Rodrigues
  2. Lílian Reis Fernandes da Silva
  3. Débora Rosa da Silva
  4. Daiane Ferreira dos Santos
  5. Dayane Elisa de Sousa
  6. Joziane Francisca Século
  7. Rafaela Dayana de Souza
  8. Maria de Fátima da Silva Gonçalves
  9. Eliana Araújo da Silva
  10. Fernando Krueger da Cruz
  11. Elias Canuto Brandão